01 julho 2016

Título: Escândalo !!! | Autora: Tammy Luciano | Editora: Valentina | Book Tour do Cal | Páginas: 320 | Avaliação: 3,5/5 | Adicione a sua estante: Skoob



Belinda nasceu em Ladário uma cidade pequena, onde sua maior aventura para nadar no Rio, junto a peixes e piranhas. Vivia em uma casinha simples com os pais e o irmão. Mas sabia que o pai nunca fora um bom homem para sua mãe, mas a mãe Mimizinha era sem questionar a mulher mais doce que ela já conhecerá. O maior problema disso tudo é que sua mãe havia morrido e o horror de viver ao lado do pai não era nada confortável, mas superável.

Certa vez após voltar para casa , depois de nadar no rio, Belinda viu seu pai conversando com sua tia Santana, uma mulher que nunca tinha feito bem aquela família e que morava no Rio de Janeiro. Logo, a menina descobriu que iria embora com a tia para o Rio de Janeiro e que deixaria Ladário e tudo que viveu ali para trás.

Santana com certeza não é a melhor mulher do mundo e provou isso a sobrinha assim que chegaram a São João de Meriti na casa nojenta em que vivia. A moça sabia que boa coisa não era vir para o Rio de Janeiro, com a quase  expulsão de seu pai.

Anos se passam após Belinda ter vindo morar no Rio de Janeiro e agora ela é outra mulher, tem sua própria casa namora um empresário e seu trabalho é muito conceituado, agora era é Belinda Bic e tem até um empresário.

A Jovem passou por poucas e boas até conseguir algo bom na vida, mas teve a ajuda de muitos amigos incluindo Jujuba, seu super amigo Gay que é muito divertido e faz a leitura por vezes ficar mais leve.
A história de Belinda é bem extensa e bastante sofrida, mas tive a impressão de que tudo era superado muito rápido e isso de certa forma me deixou pensativa. Também cheguei a questionar o fato de tudo estar bem e bummmm algo ruim acontece e bummm tudo fica ótimo novamente. E por isso acabei não gostando tanto da história quanto eu esperava.

Mas uma coisa é simples e fato sobre esse livro o início até meados da segunda parte é fantástico viciante, chocante e com bastante reviravoltas daquelas que te deixam ansioso para mais alguma coisa e o final é muito bom também, não consigo imaginar final melhor. Porém o meio ali não me agradou muito e fez minha leitura diminuir bastante o ritmo. Mesmo assim quero logo ler outra coisa da autora. Tammy é uma fofa e escreve muito bem, a história em si que não me pegou de jeito, mas vou ler Sonhei Que amava você e logo venho contar para vocês.

Beijos ♥

- Mandem ideias de post e assuntos que querem saber aqui no blog, eu leio tudo com muito carinho e com certeza se a ideia estiver ao meu alcance , virará post.  

                               Instagram  | Fan Page | Skoob Twitter | YouTube



29 junho 2016



Titulo: Estrada da Esperança | Série: Cedar Cove Livro #1 | Autora: Debbie Macomber | Editora: Harlequim | Páginas: 352 | Romance de Banca | Adicione a sua estante: Skoob

Charlotte é uma senhora muito bondosa , que está sempre envolvida com assuntos voltados para beneficiar quem precisa. E também é mãe de Olívia. A filha sempre ouve os conselhos da mãe , mas fica pensando se fez o certo quando conheceu Cecília. 

Cecília é a esposa de um militar, Ian, depois de ter ficado grávida e do bebê ter morrido pouco antes de nascer. Ela se viu sozinha, pois o marido estava em alto mar, incomunicável, com a dor da perda de uma filha , em uma cidade onde ela tinha apenas o pai, que é um homem completamente da paz e que se distanciou após a morte da pequena, para ele seria quanto forte a dor da perda que de nada resolveria tentar ajudar. Neste martírio todo, a saída era o divórcio. Um casamento sem motivos e sem paixão não necessitava existir. O que Cecília que queria muito o divórcio e Ian que não o queria tanto assim, não pensaram foi na possibilidade da juíza não aceitar o acordo de divórcio e pedir que eles resolvessem isso de outra forma, eles tinham apenas 1 ano de casados até então, precisavam aprender a viver. 

Grace é a melhor amiga de Olívia, mas passa por poucas e boas com o marido, que além de muito distante, anda sumindo. Depois de 35 anos de casada Grace começou a chegar na conclusão de que não conhecia mais o homem por quem se apaixonou e casou. Todo o problema era mostrar para as filhas que veneram o pai de que o erro não está sendo dela e nunca foi. 

E nossa última personagem é Justine, filha de Olívia, que vivi um grande dilema, entre conciliar a vida com o namorado bem mais velho e de quem ninguém gosta com um novo alguém, nem tão novo assim em sua vida. 

O livro é bem curtinho, mas tem uma história bem grande e tudo neste primeiro exemplar envolve Olívia de alguma forma, mas é muito interessante ver as coisas acontecendo as outras personagens também. Inclusive a Charlotte , que é a mais velha de todas, e atrás deste livro pude rever muitas coisas das quais pensamos diariamente. Sobre velhice, casamento, divórcio , vida nova , luto, segredos, paixão , como é um relacionamento entre pessoas de idades diferentes e muitas outras, superar, aceitar e seguir acho que seriam as 3 palavras para esse livro. 

Muito bom !
Recomendo. Já estou com os outros 3 exemplares para ler e não vejo a hora.
Beijos

- Mandem ideias de post e assuntos que querem saber aqui no blog, eu leio tudo com muito carinho e com certeza se a ideia estiver ao meu alcance , virará post.  

                               Instagram  | Fan Page | Skoob Twitter | YouTube


27 junho 2016

Titulo: A banda na garagem | Autor: Moacyr Scliar | Editora: Edelbra | Páginas: 72 | Avaliação:4/5 | Adicione a sua estante: Skoob 




Dizem que quando a comida é bonita, dá mais vontade de comer e para mim isso poderia ser incluso nos livros, quando são bem editados, bem escritos e bem diagramados, dão muito mais vontade de ler. E assim foi, quando li A banda na garagem.

Se eu tivesse que descrever este livro em apenas uma palavra seria SIMPLES. Quando digo simples, não quero dizer que o conteúdo é ruim ou que é tudo muito mais ou menos, nada disso. Ele é simples porque é de fácil compreensão do início ao fim. Têm crônicas simples e ao mesmo tempo muito realistas. Entendam assim: é simples mas é muito real.

A realidade composta de simplicidade destas crônicas é o que fazem delas tão boas. Não foi um livro que me agarrou por completo, mas com certeza deixou sua marca.

Em a Banda na Garagem, também título de uma das crônicas conseguimos entender como surgem as crônicas de Moacyr, ao menos para composição deste livro. Aqui , antes de qualquer crônica, podemos ver um artigo e é através de uma notícia, de um incidente ou até mesmo de algo cômico que surgem as crônicas do autor.

Lá no inicio eu falei da beleza da obra que foi concorrente ao prêmio .... , pois bem para quem não conhece a editora Edelbra têm um trabalho maravilhoso e suas edições são muito luxuosas. Este livro apresenta capa dura, folhas de revista, imagens que parecem feitas a tinta óleo , diagramação impecável e sem falar no espaçamento entre as frases e  no tamanho da fonte que favorecem uma leitura tranquila e agradável.

A banda na garagem é o tipo de livro para quem quer começar a ler crônicas, para quem tem vontade de conhecer a escrita do autor , para quem quer ter um livro de cabeceira para ler um pouco a cada noite, para ter um passa tempo de viajem etc. É um livro diversificado. E que claro pode ser lido em um dia, ainda mais se tiver frio.

Então leitura super recomendada !

Dados: Livro cedido em parceria com a editora Edelbra para resenha no blog. Exemplar de capa dura, com inúmeras ilustrações, folhas de revista e letras grandes.

- Mandem ideias de post e assuntos que querem saber aqui no blog, eu leio tudo com muito carinho e com certeza se a ideia estiver ao meu alcance , virará post.  

                               Instagram  | Fan Page | Skoob Twitter | YouTube



24 junho 2016


Titulo: Super Desapegada | Editora: Draco | Autora: Jaqueline de Marco | Li em E-book | Páginas:220 | Adicione a sua estante:SkoobAvaliação:5/5 ♥ 
Super desapegada é um livro que além de muito leve é cômico, divertido e romântico,  complementando a escrita fluída , viciante e completamente cheia de sarcasmo, indiretas e o principal , sem personagem cheios de mimimi. Super Desapegada faz você se grudar na história , se apegar as personagens e não querer largar mais o livro antes de saber o final. Então, se você procura um livro leve, descontraído , fluído , divertido, com um toque de comédia romântica e com personagens de tirar o folego, tá esperado o que ? Esse com certeza é o livro que você estava procurando.

Nesta história vamos conhecer a Raquel, uma executiva que dividi seus afazeres em uma empresa e no seu blog o Super Desapegada. É como blogueira que Raquel passa a suas leitores a arte de não ser apegada a nenhum homem e a não depender deles para ser feliz. Suas receitas de como ser uma mulher independente, determinada e que não precisa de um parceiro, são tiro e queda para suas leitoras, mas para a mesma as coisas não são tão boas.

Na infância a menina era a única entre muitos rapazes e por isso costumava não chamar a atenção dos mesmo e nem eles dela, afinal todos eram grandes amigos e nada mais. Porém em seu aniversário de 15 anos ela se apaixona pelo melhor amigo Alan e desde então passa a nutrir pelo rapaz, um amor platônico, doentio e muito atrapalhado. Cheio de armações para sempre estar perto de seu "Best friend/Boy Magia ", mas as coisas não estão tão 100% quanto ela imagina. 15 anos depois da sua fatídica festa de 15 anos, ela decidi se declarar para o moço. Porém ele acaba revelando que irá se casar com Bianca , uma das meninas que eram vizinhas deles na infância e irmã de Eric um dos meninos mais atentados da turma.

É lógico que as coisas não vão ser tão simples nem para Alan e muito menos para Raquel. A moça está decidida a acabar com este noivado/casamento e para isso precisará de um aliado. O que ela não imagina é que esse aliado além de muito sarcástico é muito charmoso, bem sucedido e absurdamente bonito.

Não posso falar muito porque vai perder a graça do livro, mas posso dizer que li de um dia para o outro. Quase não dormi para saber o final e dei ótimas risadas. Como falei no início, o livro tem uma escrita muito boa , a autora usou a chave certa para prender o leitor e os elementos que fazem você nunca saber de tudo que vai acontecer. Têm alguns clichês básicos, mas isso só torna a história mais atrativa e mais gostosa de se ler.

Recomendo demais o livro e assim que possível quero reler, afinal uma história divertida que você lê em um dia, merece ser relida.
Leiam!! 
Apenas leiam e venham me contar depois. 
Beijos 

Dados: E-book recebido de ação para resenha e divulgação no blog, em parceria com a editora Draco. 

- Mandem ideias de post e assuntos que querem saber aqui no blog, eu leio tudo com muito carinho e com certeza se a ideia estiver ao meu alcance , virará post.  

                               Instagram  | Fan Page | Skoob Twitter | YouTube



09 junho 2016

Título: Toda poesia de Augusto dos Anjos | Autor: Augusto dos Anjos | Editora: José Olympio | Páginas: 320 | Avaliação: 5/5 | Adicione a sua estante: Skoob 



Antes de mais nada este livro é de um poeta nacional e então os textos não foram traduzidos, trazendo para o leitor a real forma de escrita do autor sem mudar uma vírgula, o que só torna a leitura ainda mais prazerosa e gratificante.

Não sou especialista em poesias , sonetos e outros, mas sou uma grande admiradora destas obras. Confesso no entanto, que são poucos os livros que já li sobre , mas os autores, por vezes me ganharam com sua forma delicada de escrita o que faz de Augusto dos Anjos um autor um quanto diferente neste aspecto.

Nesta coletânea , somos agraciados com 80 páginas de um mega ensaio de Ferreira Gulart sobre a poesia, a escrita, a vida de Augusto e logo em seguida somos apresentados ao livro Eu, que foi o único livro público pelo autor ainda em vida e que reúne obras que ele mesmo escolheu para a composição. Além disso, após o término do livro Eu, encontramos ainda mais sonetos, poesias e textos ainda inacabados do autor que fora reunido neste livro que está simplesmente esplêndido, tanto no trabalho estético como editorial.

Dos Anjos, tinha em seus textos uma peculiaridade muito grande e era exatamente isso que o fazia diferente de outros poetas Brasileiros ou não, mesmo que estes tenham por ventura influenciado o autor de alguma forma. Muito inteligente, ele buscou empregar seus conhecimentos em suas poesias, seus sonetos e outros textos. Trazendo sempre para o leitor algo gótico e mais sombrio.

Na sua adolescência que foi quando deu início aos seus escritos ou autor sofreu inúmeras perdas de entes queridos e isto fez com que parte de sua inspiração, fosse sobre a morte, velórios, funerais e sempre mesmo que de forma poético levado a uma forte ânsia de melancolia , tristeza, luto.

Em contraponto a seus texto fúnebres , Augusto passou a utilizar termos científicos, matemáticos e específicos de algumas profissões para expressar seus sentimentos e compôr suas poesias. Contudo, isto não minimiza a forte áurea da morte, que está quase sempre presente nos versos.Algo bastante peculiar na escrita do autor é detalhar cenas, como uma rua, uma praça, a noite, os vermes que comem a carne do homem e muitos outros.

Eu particularmente gostei bastante da escrita do autor, mesmo que em certos momentos tivesse dificuldades em compreender determinada palavra. Procurei ler o livro com calma para absorver ao máximo o jeito da escrita e a evolução ao passar dos anos até sua morte.

O texto complementar de Ferreira Gulart foi de olhos fechados o melhor texto crítico que já li em um obra. É bem detalhado, fala sobre a passagem de tempo em que o autor sofreu na sua escrita, sobre a influência do parnasianismo e de outros, conta sobre autores que inspiraram Augusto a começar a escrever e qual foi a importância deles para transformar Dos Anjos em único. Além de informações pessoais que trazem para o leitor, uma melhor compreensão do porquê o autor escrevia daquela forma e também o porquê da poesia dele não ser romântica como muitas outras.

Ao longo da resenha, vocês puderam ver algumas partes de poemas presentes no livro Eu. Abaixo deixarei o poema do qual mais gostei. Que por algum motivo, tem traços matemáticos. Porquê será que eu gostei tanto em ? 

Versos a um coveiro 

Numerar sepulturas e carneiros, 
Reduzir carnes podres a algarismos, 
Tal é, sem complicados silogismos, 
A aritmética hedionda dos coveiros!

Um, dois, três, quatro, cinco ... Esoterismos
Da Morte! E eu vejo, em fúlgidos letreiros, 
Na progressão dos números inteiros
A gênese de todos os abismos!

Oh! Pitágoras da última aritmética, 
Continua a contar na paz ascética
Dos tábidos carneiros sepulcrais

Tíbias, cérebros, crânios, rádios e úmeros,
Porque, infinita como os próprios números, 
A tua conta não acaba mais!



Dados: Livro cedido para resenha em parceria com o grupo Editorial Record. Apresenta capa brochura com orelhas, folhas amareladas , diagramação com letras grandes o que facilita a leitura, um poema por página. 

Beijos da Lêeh 


- Mandem ideias de post e assuntos que querem saber aqui no blog, eu leio tudo com muito carinho e com certeza se a ideia estiver ao meu alcance , virará post.  

                               Instagram  | Fan Page | Skoob Twitter | YouTube



08 junho 2016


Eii pessoal, tudo bem ? 
Hoje eu trago para vocês um vídeo bem rapidinho sobre tudo que pretendo ler neste mês de junho. 
Espero que gostem e deixem ai nos comentários o que pretendem ler este mês, adoro saber essas coisas. 
Beijos e boas leituras 





- Mandem ideias de post e assuntos que querem saber aqui no blog, eu leio tudo com muito carinho e com certeza se a ideia estiver ao meu alcance , virará post. 

                                             Instagram  | Fan Page | Skoob Twitter | YouTube




04 junho 2016


Titulo: Um pôr do sol | Autor: Lucas Eberle | Editora: Chiado | Páginas: 133 | Avaliação: 3|5 | Adicione a sua estante: Skoob

Um pôr do sol é um livro que me chamou muito a atenção pela capa e pela diagramação, que têm letras grande. Adoro a diagramação dos livros da editora, sempre me agradam muito. Este livro é dividido em duas partes e a primeira parte é narrada em terceira pessoa, já a segunda em primeira pessoa por Alice.

O Inicio do livro para mim, foi completamente nulo, simplesmente acredito que o livro não precisava dele e que ficaria muito melhor se tivesse essa parte recontada de forma com que o livro não precisasse ficar divido em partes, pudesse simplesmente ser contado pela Alice e ponto. 

Vamos deixar a primeira parte de lado um pouco e vamos direto ao assunto principal do livro, depois eu irei voltar para falar com vocês sobre o que acontece na primeira parte que me fez querer que ela não existisse. 

Pedro é um jovem de 18 anos que ficou órfão com 13 anos, depois dos pais terem sofrido um acidente, e desde então ele passou a morar em um orfanato. Este orfanato não era um lugar tão confortável assim, as crianças eram agressivas e ele já não confiava em mais ninguém depois da morte dos pais. Mas com 18 anos sem estudar e sem emprego , o rapaz já não poderia mais ficar no orfanato. 

O grande problema disso tudo é que ele é muito deprimido, sua única amiga é sua imaginação que ele fez se transformar em seu travesseiro. Ele é muito sentimental e sofre de grandes problemas psicológicos, que não são descritos com propriedade no livro, mas ficam bem aparentes. 

Depois de sofrer um acidente Pedro fica em coma em um hospital da cidade e lá Alice que é estagiária o conhece e passa a nutrir por ele um apresso enorme, já que passam-se dias e ninguém vai se quer o procurar, muito mal sabe-se o nome dele. 

A partir da internação de Pedro e do que Alice começa a sentir por ele, mesmo que acamado, a jovem de 16 anos começa a se envolver em determinados problemas que ninguém pensava ocorrer na cidade. Problemas esses que são muito graves e principalmente para a saúde publica. 

Bom, a segunda parte do livro para mim foi o ponto chave da história e do livro como um todo. Tive a impressão de que era outra pessoa que o tinha escrito. Porque a primeira parte, apresenta muita repetição de nomes, e de palavras sem que haja necessidade e foram páginas das quais nada acontecia. Fora que o narrador não me convenceu de que sabia o que estava narrando. Portanto, eu avaliei o livro em 3 estrelas, porque a segunda parte mostrou o que eu esperava do livro, um livro juvenil e tocante. E tirei duas estrelas pela primeira parte, que além de repetitiva não foi coerente ao meu ver. 

O autor, no entanto, está de parabéns pelo que resolveu abordar em seu livro. Tendo em vista, ser um rapaz tão novo. Acredito que para ser o primeiro livro, os erros acontecem é assim que vamos crescendo na vida. 

Dados: Livro cedido para resenha em parceria com a editora Chiado. Apresenta capa brochura com orelhas, folhas amareladas e mais leves, papel semelhante ao de jornal, diagramação com letras grandes o que facilita a leitura. Leitura rápida, que pode ser realizada em apenas um dia. 

Alguém conhece o livro? 
Já leu ? 
Me contem o que acharam aqui nos comentários, recomendem livros dos quais acham que também irei gostar, vou adorar ler as indicações de vocês, beijinhos !


- Mandem ideias de post e assuntos que querem saber aqui no blog, eu leio tudo com muito carinho e com certeza se a ideia estiver ao meu alcance , virará post. 

                                             Instagram  | Fan Page | Skoob Twitter | YouTube



26 maio 2016


Título: Sombras do Destino | Autora: Fernanda França | Editora: Bezz | Páginas: 256 | 
Avaliação: 4/5 | Adicione a sua estante : Skoob 


Em Sombras do Destino vamos encontrar uma jovem protagonista que mesmo tempo pouca idade vai passar por muitos problemas ao longo de poucos anos. 

Amanda era muito jovem quando perdeu seu irmão mais velhos em um trágico acidente durante uma competição. E desde então, tornou-se uma pessoa fechada, que não tinha bons sonhos e que ainda se envolveu em grandes problemas junto a outros amigos. 




Durante um passei de carro , Amanda e os amigos sofrem um acidente e a menina precisará cumprir uma pena , por ter sido uma das responsáveis pelo acidente. Como réu primaria a menina apenas terá que cumprir diáriamente durante um périodo de tempo serviços sociais no Aras da cidade. 

Neste clube da cidade, destinado a competições à cavalo e outros eventos Mandy, como ela gosta de ser chamada, ficará responsável por acompanhar o tratamento de Dylan um menino com Transtorno do Espectro do Autismo o grande problema disso tudo é que desde a morte de seu irmão, ela não tinha contato direto com cavalos. Dylan, portanto, fará uma grande diferença na aproximação de Mandy com o mundo em que ela sempre sonhou estar e acabou largando, por sentir culpa pela morte do irmão. 

É neste momento de redescoberta de um sonho, de se concentrar em novos objetivos e em novas conquistas que e ela e seu irmão de criação Dean, percebem que nutrem algo mais além do amor de amigos e irmãos. 

Ao longo da narrativa, vamos conhecendo melhor tudo que Mandy passou antes, durante e depois do falecimento do irmão. Como sua família passou a se comportar e como o sofrimento estava visível em toda a fazenda. Mas o que ela ainda não tinha percebido é que poderia fazer algo para mudar isso e com a ajuda de Dean e Dylan, talvez ela pudesse voltar a ser a Mandy que o irmão tanto admirava e amava. 

Para mim, o ponto alto da narrativa é quando a protagonista mostra que realmente as mudanças são possíveis e que perdoar é um dos sentimentos mais bonitos que existem. Em determinado momento, ela se vê fazendo uma escolha da qual jamais havia pensado ter coragem em fazer e Black Jack , um cavalo temperamental, agressivo, explosivo e o melhor da região fará uma grande diferença ao longo de toda a narrativa. 



Bom o que posso dizer mais para vocês é que em poucas páginas e com capítulos curtos a autora conseguiu passar uma história que têm muitos altos e baixos, que demonstra muita superação e que acima de tudo é muito bonita. 

Só não foi um livro 5 estrelas, porque em alguns momentos da narrativa eu achei que a Mandy estava regredindo em tudo que ela havia conquistado e isso acabou não me agradando muito. Contudo, recomendo a leitura, porque é um romance lindo e cheio de lições. 

Foi o tipo de livro que me fez lembrar de uma fala da minha mãe: " costumamos dar valor as coisas boas que temos, apenas quando há perdemos. " 

Então é isso pessoal, leitura super recomendada, espero que leiam e gostem ! 
Alguém ai já leu, achou alguma coisa diferente ? Contem quero saber o que acharam! 
Se tiverem livros com temáticas parecidas me indiquem, vou adorar ler. 
Beijinhos 


- Mandem ideias de post e assuntos que querem saber aqui no blog, eu leio tudo com muito carinho e com certeza se a ideia estiver ao meu alcance , virará post. 

                                             Instagram  | Fan Page | Skoob Twitter | YouTube