11.8.17

{ Resenha #178} Primeiros Contos de Truman Capote

Eiii meus amores, como estão por ai ?
Hoje eu trouxe uma resenha de um livro de contos. E que contos viu ? O autor é um super nome da literatura e como não poderia ser diferente, seus contos são espetaculares e eu não podia deixar de comentar deles por aqui. 
confiram !!


Título: Primeiros Contos
Autor: Truman Capote
Editora: José Olympio 
Páginas: 160
Avaliação: 5/5


Primeiros contos como o título já diz é um compilado de primeiros contos escritos pelo autor, jornalista e mestre na arte da escrita Truman Capote. São nestes primeiros textos que o leitor consegui perceber a evolução e os pensamentos já intrínsecos que o autor transportou para suas obras mais famosas " A sangue frio " e " Bonequinha de luxo" , cada qual com suas peculiaridades.


Neste compilado temos os seguintes contos : " Despedida" ; " A Loja do Moinho"; " Hilda"; " Senhorita Belle Rankin"; " Se eu te esquecer"; " A mariposa no fogo"; " Terror no Pântano"; " O estranho íntimo"; " Louise"; " Isto é para Jamie"; " Lucy"; " O trânsito para o oeste"; " Almas Gêmeas" e " Onde o mundo começa". 

A maioria desses contos têm algo em comum, que é a observação do escritor por vezes narrador e por outras personagem. Neste livro o leitor têm a oportunidade de conhecer a escrita do autor quando ele ainda é criança e mais adiante um jovem com ótima percepção crítica e moral. Tendo em vista que o autor começou seus escritos com mais ou menos 8 anos, em seus diários, e que viveu em cidades onde a segregação ainda era bem enraizada. Boa parte dos seus contos vai mostrar a situação dos negros e quais eram os medos e costumes dos "excluídos " da sociedade da época.

No conto " Louise" por exemplo há uma passagem da qual é evidente que negros e brancos não podiam se relacionar como iguais, mesmo que estivessem no mesmo nível social e econômico ( Não colocarei o trecho, pois considero ele ponto chave do conto e isso acabaria atrapalhando a leitura. Mas caso tenham interesse ele está presente na página 92).

Em determinado momento do prefácio escrito por Hilton Als , ele diz que por Capote ser homossexual sua escrita desde muito cedo têm uma maior sensibilidade nas descrições dos fatos e também na dos personagens reais ou não. E ao longo da leitura está pontuação de Hilton me veio a cabeça quando me deparei com a descrição de Lucy no conto de mesmo título. Deparei-me com uma bela descrição da negra e nova empregada da casa, da qual a delicadeza de palavras ultrapassa qualquer tipo de menção a sua cor de pele.

Atenção: O próximo parágrafo é um trecho do conto " Lucy" e pode tirar a graça da sua leitura, por ser um conto curto. Mas resolvi transcreve-lo , pois foi meu trecho favorito de todo o livro.

Em um contexto geral a mãe do pequeno Capote precisava de uma cozinheira e ela chega até Lucy , anos depois o menino ainda se lembra da moça e a descreve da seguinte forma :
" Depois de explorado o território, o resultado foi Lucy. Sua pele era de um azeitonado profundo, e seus traços eram mais finos e leves que os da maioria dos negros. Ela era alta e razoavelmente arredondada. Fora professora na escola de crianças de cor. Mas parecia dotada de uma inteligência natural, não formada por livros, e , sim , uma filha da terra com profunda compreensão e compaixão por todos os seres vivos. Como a maioria dos negros do sul, era muito religiosa e ainda hoje consigo vê-la sentada na cozinha lendo sua bíblia, declarando muito séria que era uma " filha de Deus". "

Para mim estes primeiros contos revelam um Capote nas primeiras etapas de sua vida produtiva de escritor inspirado mais pelos marginalizados e vulneráveis do que pelos poderosos e realizados.

Meus contos favoritos:
- Hilda p.39;

- Senhorita Belle Rankin p.47; 
- Louise p.85;
- Lucy p.109.


Espero que possam conhecer este livro.
Beijos da Lêeh 

                                           Instagram  | Fan Page | Skoob Twitter | YouTube

Nenhum comentário:

Postar um comentário